Eu assisti: Annabelle 3

 
Filme: Anabelle 3 
Título Original: Annabelle Comes Home
Lançamento: Junho de 2019
Duração: 1 hora e 46 minutos
Gênero: Terror
Distribuidora: Warner Bros
Nota: 3 de 5


A boneca do mal está de volta em mais um filme, e cá estou eu pra fazer mais uma resenha pra vocês. Queria me desculpar pela demora em soltar as postagens, tenho assistido muitos filmes e nem sempre consigo conciliar em escrever, editar e postar aqui. Mas juro que estou me esforçando ao máximo pra isso. Mas chega de enrolação, e vamos falar de mais um filme do Universo "Invocação do Mal". Antes de tudo, vamos falar do enredo? Neste filme, vemos o que acontece depois que Ed e Lorraine Warren retiram Anabelle de uma casa. Eles levam a boneca para sua casa, onde eles guardam artefatos assombrados e cheios de mistérios. A boneca é abençoada por um padre e colocada em uma cristaleira de vidro da igreja que por sorte consegue conter o mal que ela atrai. Mas como nem tudo é flores né, alguma coisa ruim tem que acontecer. Dito isso, a pequena Judy filha do casal é deixada com a babá Mary para ser cuidada, enquanto os pais investigam outro caso e até ai tudo bem já que a babá não mexe em nada e entende que tem que respeitar. O que realmente fode com tudo é uma amiga dela chamada Daniela, que descobre que Mary está ficando de babá para os Warren que são conhecidos pelos seus casos. Só que Daniela é curiosa, e quer porque quer saber sobre os artefatos e casos do casal paranormal. E ai que a coisa se complica, quando Daniela entra na sala de artefatos, toca em tudo e ainda por cima liberta Annabelle. A boneca que atrai todo tipo de coisa ruim, começa a se manifestar em todas as coisas e as três garotas sofrem um grande perigo tentando impedi-la antes que seja tarde demais.

Mas é bom?

Eu tenho minhas dúvidas se por acaso, o estúdio decidir fazer outro filme de Annabelle se será bom ou se o personagem ficará saturado. O fato é que esse filme nem surpreende muito já que usa dos mesmos elementos dos filmes antecessores, nem decepciona tanto. Alguns fatores influenciam positivamente e negativamente nisso. Um dos aspectos positivos foi a atuação da pequena atriz que dá vida a filha dos Warren. Pode-se perceber que a mesma tem muito talento e isso fica natural já que as cenas de medo e tensão da garota que se misturam em ter coragem também são naturais. Em alguns filmes de terror, é possível observar uma atuação sofrível, mas aqui a atuação da mesma faz com que o filme fique tenso em alguns aspectos e não só apele para os sustos de pular cadeira como é de costume. Judy começa a apresentar alguns talentos iguais os da mãe, e no começo você sente uma empatia enorme pela personagem, já que o filme mostra um lado interessante da filha do casal e como o que os pais fazem afeta em sua vida já que a maioria das pessoas de sua escola a maltrata. O bom é que a atuação é tão boa, que não fica aquele medo fraco, nem aquele fingimento. A menina realmente se apavora nos momentos certos, mas ela não é fraca, ela tem coragem e medo ao mesmo tempo. 

Eu admirei muito isso para uma atriz dessa idade.  Os pontos altos do filme foi graças a ela. A babá da menina não influencia em muita coisa, ela é a típica boazinha que respeita as regras da casa ( quer dizer mais ou menos já que traz uma amiga pra lá) e é amiga da Judy quando ela não tem nenhum amigo. Agora, vamos pra parte negativa. Uma das personagens que me irritou foi essa tal de Daniela. Menina chata. Prepotente. E muito burrraaaa. Jesus, tá certo que em filmes assim os personagens vivem fazendo coisas burras, mas ali o nível de burrice extrapola. Que chatice. Além de ser curiosa, a menina que botar o nariz onde não é chamada, já que quer fuxicar numa casa que nem é dela. Tá bom que depois os motivos dela são explicados, mas nem com isso dá pra achar essa personagem justificável em suas ações. Achei interessante um roteiro de um filme que explicasse o que aconteceu com Annabelle depois que os Warren a pegaram. 

O filme abusa dos sustos, mas não chega a fornecer muita tensão. Acredito que eu ande cansada desses filmes que querem dar sustos do nada sabe? To preferindo filmes que causem tensão e agonia que levem o espectador consigo, coisa que eu acho bem interessante. Resumindo, o filme tem seus pontos altos e baixos. E é isso. É um filme obrigatório se você já assistiu os dois antecessores, até pra você entender a história da boneca direitinho. Se você se assusta fácil com esses sustos, esse filme é bem perfeito. Se não, é mais do mesmo. Mas não deixa de ser uma boa diversão sabe? É beeeeeeeem mediano. Eu gostei. E não gostei tanto. 



 Quando Ed (Patrick Wilson) e Lorraine Warren (Vera Farmiga) deixam sua casa durante um fim de semana, a filha do casal, a pequena Judy Warren (McKenna Grace), é deixada aos cuidados de sua babá (Madison Iseman). Mas as duas entram em perigo quando a maligna boneca Annabelle, aproveitando que os investigadores paranormais estão fora de jogo, anima os letais e aterrorizantes objetos contidos na Sala dos Artefatos dos Warren.


0 comentários.:

Postar um comentário



Topo